seguranca do trabalho campinas

Riscos Biológicos no Ambiente Ocupacional

24 nov Riscos Biológicos no Ambiente Ocupacional

 

Os ambientes ocupacionais, ou seja, onde os trabalhadores exercem suas atividades, possivelmente apresentam diferentes tipos de riscos. Um destes tipos de risco é o risco biológico, que é considerado quando o ambiente pode apresentar agentes como vírus, bactérias, parasitas, fungos, ácaros e protozoários. O contato do trabalhador com estes tipos de agentes pode desencadear um grande número de doenças e as profissões que apresentam maior nível quanto ao risco biológico são as da indústria de alimentação, hospitais, limpeza e laboratórios.

Os microrganismos que contribuem para estes riscos são diferentes quanto à forma e função, porém, semelhantes quanto às estruturas celulares. Desta forma, são divididos em dois grupos: procariontes (bactérias) e eucariontes (algas, fungos e protozoários). Os vírus são organismos acelulares, portanto, não se enquadram neste perfil.

Bacterioses

No caso das bactérias, existem muitas doenças que podem ser associadas à sua presença, lembrando sempre que é necessário que a atmosfera seja propícia para sua reprodução. As Bacterioses, que são as doenças causadas por este tipo de organismo, mais comuns são:

  • Bronquite, doenças sexualmente transmissíveis, diarreia, cólera, difteria, disenteria, laringite, faringite, infecções estomacais, meningite, pneumonia, salmonela, sinusite, tuberculose e tétano.

Viroses

Os vírus são estruturas proteicas que possuem DNA e RNA, que agem como parasitas, afetando microrganismos, plantas e animais. Causam as famosas viroses, e as mais comuns são:

  • Resfriado Comum, Caxumba, Raiva, Rubéola, Sarampo, Hepatites, Dengue, Poliomielite, Febre amarela, Varicela ou Catapora, Varíola, Meningite viral, Mononucleose Infecciosa, Herpes, Condiloma, Hantavirose, DSTs e AIDS.

Micoses

As micoses são infecções causadas por fungos, e a micologia é o estudo deste tipo de microrganismo. As micoses comuns, como a candidíase e dermafitose, são acometidas por fungos que fazem parte da microbiota normal dos animais, mas se aproveitam da baixa imunidade de seus hospedeiros para se reproduzir com maior intensidade.

Existem diferentes tipos de fungos, e os mais comuns são classificados como cogumelos, mofo e dimorfismos. As principais doenças causadas por fungos são:

  • Onicomicos (fungos nas unhas), candidíase (vagina, boca e garganta), mucormicose (pulmões, sistema gastrointestinal, pele e cérebro), peniciliose, pneumocistose (doenças respiratórias), sinusite fúngica (aspergilose), rinossinusite, meningite fúngica e histoplasmose.

Verminoses

As doenças causadas por vermes hermafroditas são conhecidas como verminoses. Este tipo de parasita tem simetria bilateral e formato alongado e achatado, variando de tamanho entre milímetros e muitos centímetros.

As verminoses mais comuns:

  • Ascaridíase, vulgarmente conhecida como lombriga;
  • Teníase, chamada popularmente de solitária;
  • Oxiuríase;
  • Tricuríase;
  • Ancilostomíase, conhecida como amarelão;
  • Esquistossomose;

Parasitoses por Protozoário

Os protozoários são parasitas unicelulares, ou seja, possuem apenas uma célula, e são comumente transmitidos através de insetos que agem como hospedeiros. Embora não possam ser reconhecidos a olho nu, são maiores e mais desenvolvidos do que as bactérias, e por isso, seu tratamento é mais intenso.

Algumas das principais doenças transmitidas por protozoários:

  • Leishmaniose, doença de Chagas, toxoplasmose, amebíase, malária, giardíase;

Acaríases

As acaríases são as doenças transmitidas pelos ácaros, que muitas vezes passam despercebidos e podem ser inofensivos para muitas pessoas. Porém, muitas pessoas possuem alergia a estes aracnídeos e seus dejetos, que acabam afetando o sistema imunológico da pessoa e acarretando em outros tipos de doenças indiretamente causadas por eles.

Algumas doenças desencadeadas por ácaros são:

  • Rinite, asma, dermatites, conjuntivites, escabiose, sarna, blefarite, entre outras.

Prevenção

A prevenção de riscos biológicos se dá através de diferentes formas, dependendo do tipo de ambiente e qual microrganismo é encontrado nele. Em todos os tipos de ambientes ocupacionais que apresentam riscos biológicos, principalmente onde circulam muitos pacientes infectados por diferentes tipos de parasitas, é muito importante o uso dos Equipamentos de Proteção Individual e Coletiva, além da constante limpeza profunda dos ambientes com produtos que eliminam riscos.

Algumas medidas como lavar as mãos, desinfetar-se com álcool, higiene pessoal e do ambiente também são essenciais para a prevenção e controle de doenças ocasionadas por agentes biológicos.

 

 

Sem comentários

Deixe seu comentário