seguranca do trabalho campinas

Setembro Amarelo: o suicídio é um tabu que precisa ser discutido.

08 set Setembro Amarelo: o suicídio é um tabu que precisa ser discutido.

Setembro é o mês da prevenção ao suicídio, e o Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização mundial que se iniciou no Brasil em 2014 através da iniciativa do CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). A campanha está vinculada ao dia 10 de Setembro, que é oficialmente a data em que se comemora o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

A ideia é promover eventos de conscientização e abrir as portas para debates sobre o suicídio, com o objetivo de alertar a população sobre a importância de discutir o assunto. Os números de casos aumentam a cada ano no Brasil, e as estimativas são assustadoras: 32 mortes por suicídios por dia no país.

O suicídio, que mata mais que a AIDS no Brasil, é um mal silencioso que pega muitas famílias de surpresa, pois nem sempre quem o comete demonstra sinais de algum tipo de depressão, mudança no comportamento ou tristeza. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), 9 entre 10 casos poderiam ser prevenidos se a família ou pessoas próximas tivessem o conhecimento e pudessem buscar ajuda.

Infelizmente, o assunto ainda é tabu entre as famílias e principalmente na mídia, já que a maioria dos casos são abafados, o que possivelmente acarreta na falta de informação sobre o assunto e aumento no número de ocorrências. No Brasil, a taxa aumentou 62,5% entre 1980 e 2012, sendo que a taxa entre jovens de 15 a 29 anos 20% maior do que a média nacional. Os dados alarmantes são da pesquisa Violência Letal contra as Crianças e Adolescentes do Brasil e do Mapa da Violência: os Jovens do Brasil.

Se você conhece alguém que possivelmente esteja passando por momentos difíceis ou sofrimento psicológico, aconselhe sempre a pessoa a procurar um profissional, ou ligue para o Centro de Valorização da Vida (CVV) através do número 141, à qualquer hora e dia.

Mais informações nos sites: cvv.org.br e setembroamarelo.org.

Sem comentários

Deixe seu comentário