seguranca do trabalho campinas

EPSSO Saúde – O que é a surdez súbita?

02 mar EPSSO Saúde – O que é a surdez súbita?

Por Carina Vieira – Fonoaudióloga Ocupacional

A surdez súbita, também conhecida como surdez repentina, afeta uma em cada cinco mil pessoas todos os anos e acontece quando há uma baixa repentina da audição, de grau variado, que pode evoluir em horas ou dias. Normalmente, ela acomete um dos ouvidos (unilateral) e pode ser acompanhada de zumbido.

Como prevenir a surdez súbita?

A surdez súbita pode ser prevenida com:

– A utilização de protetores auriculares para aquelas pessoas que trabalham em ambientes ruidosos ou que estejam em contato constante com barulhos altos em determinados ambientes;

– A vivência de uma vida saudável, já que a prática de exercícios físicos e uma alimentação saudável auxiliam na manutenção da saúde auditiva.

– Implantação de PCA – Programa de Conservação Auditiva com o objetivo de prevenir ou estabilizar perdas auditivas ocupacionais.

 

Como é feito o diagnóstico?

Os especialistas consideram que o diagnóstico da surdez súbita é simples já que o mesmo ocorre levando em consideração a descrição dos pacientes, além de existirem alguns exames simples, como a audiometria tonal e vocal, que identificam de forma rápida e prática este problema. Em determinados casos, outros exames podem ser necessários, como: emissões otoacústicas, ressonância magnética e exames laboratoriais básicos (hemograma, glicemia, níveis de sódio, potássio e creatina).

Como é o tratamento?

Como a duração e a intensidade da surdez súbita podem variar muito de paciente para paciente, o tratamento ainda é um tanto controverso. A maioria dos médicos prefere observar o caminho evolutivo da doença – que pode se curar espontaneamente ou deixar sequelas irreversíveis. Assim, vale a pena salientar que a surdez súbita exige atendimento imediato.

 

Como o estresse pode contribuir para a surdez súbita?

Nos dias de hoje vivenciamos um estresse muito grande no nosso dia a dia e já é de conhecimento de todos que quando o corpo é submetido a situações de sobrecarga, o corpo pode refletir isso através de problemas de saúde, como o surgimento da surdes súbita.

Um exemplo foi o que aconteceu com a atriz Solange Couto em 2009, quando ela sofreu uma complicação no ouvido esquerdo que a levou ao diagnóstico de surdez súbita motivada por estresse.

“Fui dormir normal e acordei surda. Fiz uma audiometria e uma série de exames e fui diagnosticada com uma perfuração na bolsa de túlio. Perdi um líquido que não poderia perder e isso causou a surdez. O médico me disse que o emocional pode causar isso”, explicou a atriz, em entrevista ao site “Ego”.

O estresse pode ser causado por vários fatores, como: o descontentamento com colegas ou chefias, sobrecarga de trabalho, pressão para cumprir prazos e metas, assédios, insatisfação salarial, sensação de incompetência profissional e, até mesmo, a monotonia.

Em conversa com a Dra Denise Bertolotti CRM: 45582-SP, médica especialista em otorrinolaringologia e homeopatia pela UNICAMP, relatou o aumento de casos de surdez súbita com o estresse:

“ Intrigada com o número de casos de surdez súbita idiopática que têm surgido, nos últimos quarenta dias foram quatro casos de uma patologia considerada não tão frequente. Um dos casos sugeria ter apresentado causa viral (herpes), e os outros três só apresentavam um ponto em comum: o stress. Dois sofreram um choque emocional e os outros, inclusive o de possível causa viral, stress crônico, cujo o início da instalação ocorreu há alguns meses. Etiologia provavelmente vascular. A atual situação crítica do país, que estamos vivendo poderia estar contribuindo com isso? Em 34 anos de clínica, nunca havia observado tal incidência . Eu e a fonoaudióloga que trabalha comigo nos admiramos com o aumento desses casos num espaço de tempo tão reduzido. “

Sendo assim, a orientação técnica após todos os estudos é que devemos manter o equilíbrio necessário entre nosso corpo e nossa mente diante de tantos estímulos causadores de estresse, evitando assim sobrecarregar o nosso corpo, poupando o nosso organismo do excesso de reações adversas que todo processo de estresse pode provocar.

“O processo saúde-doença é determinado pelo modo como o homem se apropria da natureza em um dado momento, apropriação que se realiza por meio de processo de trabalho baseado em determinado desenvolvimento das forças produtivas e relações sociais de produção”. (Laurell,1983)

 

Bibliografia:
 Vasquez, Lorena. Solange Couto perde a audição do ouvido esquerdo.  Disponível em:http://ego.globo.com/Gente/Noticias/0,,MUL1016089-9798,00-SOLANGE+COUTO+PERDE+A+AUDICAO+DO+OUVIDO+ESQUERDO.html. Acesso em: 17 fev. 2017.
Angeli, Roberto. O que há de novo? Surdez súbita. Disponível em: http://aborlccf.org.br/imagebank/laminapdf/educacao%20continuada-revisado1122015102525.pdf. Acesso em: 17 fev. 2017.
Sem comentários

Deixe seu comentário